wing chun - a história

A história do Wing Chun Kung Fu

img 318 px

Wing Chun Kung Fu tem sua origem na turbulência da repressiva dinastia Ching (Qinq 1644 a 1911). Nesta época, a grande maioria dos chineses - os Hans (da dinastia Ching/Qing), era dominada pelos Manchus. Os Manchus ditavam as regras e cometiam muitas injustiças; nessa época o Kung Fu era proibido ao povo em geral, porém mantinha-se vivo e cada vez mais forte, para a ira do governo Manchu.

A destruição de Shaolin

Quando todas as armas foram banidas pelos Manchus, os Han começaram a formar e treinar um exército revolucionário na arte do Kung Fu. O templo Shaolin tomou-se um refúgio secreto para treinamentos preparatórios em um estilo clássico que levava quase duas décadas para que alguém alcançasse o grau de mestre. Com o intuito de formar rapidamente um exército revolucionário e desenvolver uma nova forma que levasse menos tempo para se aprender, os principais mestres do templo se reuniram para discutir os pontos fortes e fracos de cada uma das várias formas de Kung Fu; porém, antes de finalizarem esta nova forma, os Manchus invadiram e queimaram o templo. 

Os sobreviventes

Segundo alguns autores, 15 discípulos sobreviveram ao ataque, mas somente seis tiveram seus nomes guardados. Quanto aos cinco mestres sobreviventes, são: a monja budista N'g Mui, abades Cheen SinPak Mey, mestres Fung To Tak e Miu Hin que sobreviveram e seguiram caminhos diferentes. N'g Mui, que era a mais avançada neste novo sistema de Kung Fu, refugiou-se no templo da Garça Branca (Pak Hok), no monte Tai Leung. Lá conheceu Yim Yee, um comerciante local de vagens e sua filha Yim Wing Chun, que devido a sua beleza, muitas vezes provocava o assédio de muitos, inclusive de valentões locais.

N'g Mui

Percebendo que o problema pelo qual a jovem Yim Wing Chun passava era sério, N'g Mui decidiu-se por ensinar a ela a arte marcial chinesa Kung Fu, para que pudesse se defender.N'g Mui refugiou-se então com Yim Wing Chun nas montanhas, e passou a ensiná-la. Treinaram dia e noite, até que Wing Chun dominasse as técnicas.

O desafio

Decidida em livrar-se do problema que o afligia, Yim Wing Chun desafiou aquele que a assediava para um combate e o derrotou. Segundo algumas fontes, o valentão foi vencido com um golpe de palma desferido pela jovem. A história conta que o valentão ficou envergonhado e saiu da cidade, deixando a jovem Wing Chun livre para se casar com o mercador de sal de nome Leung Bok Chau, que era ótimo praticante de Kung Fu, e a ele transmitiu seus conhecimentos. Em homenagem a sua esposa, Leung Bok Chau denominou o estilo de Wing Chun Kuen (Punhos de Wing Chun, ou Estilo Wing Chun).

 

Segundo algumas versões, o valentão teria morrido tempos depois com problemas de saúde provenientes do golpe desferido pela jovem Yim Wing Chun.